MORTUGABA – SÃO JOSÉ
15-02-2018
Paróquia de Mortugaba realiza estudo sobre a Campanha da Fraternidade 2018
Artigos
14-02-2018
“Dar o que puderdes para ajudar os irmãos!”, pede o Papa para o tempo da Quaresma
Notícias
14-02-2018
Esmola, jejum e oração: tripé da espiritualidade quaresmal
Notícias
14-02-2018
Aberta a Campanha da Fraternidade de 2018; saiba como foi
HORÁRIO DE MISSA

MORTUGABA – SÃO JOSÉ

Paróquia de Mortugaba realiza estudo sobre a Campanha da Fraternidade 2018

15-02-2018 | Por Zé Padre/PASCOM Mortugaba

Paróquia de Mortugaba realiza estudo sobre a Campanha da Fraternidade 2018. Foto: Alessandra Sousa/PASCOM

No último domingo (11), no Centro Comunitário de Mortugaba, os animadores de comunidades rurais, da sede e de bairros da Paróquia São José Operário se reuniram para discutir, estudar e refletir o tema da Campanha da Fraternidade deste ano, proposto pelo Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). “Fraternidade e superação da violência” é o tema da CF, que tem como lema “Em Cristo somos todos irmãos” (Mt 23,8). O encontro foi assessorado pelo padre José Carlos Rodrigues Pereira, pároco de Mortugaba.

Notícias

Aberta a Campanha da Fraternidade de 2018; saiba como foi

14-02-2018 | Por CNBB

Foto: CNBB/Willian Bonfim

Na manhã desta quarta-feira, 14 de fevereiro, na sede provisória da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi aberta oficialmente a Campanha da Fraternidade (CF) 2018. Este ano, a Campanha trata da “Fraternidade e a superação da violência”. O presidente da entidade, cardeal Sergio da Rocha, e o secretário-geral, dom Leonardo Steiner, receberam autoridades para o evento: a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, o coordenador da Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência e Redução de Homicídios, deputado Alessandro Molon, e o presidente da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP), Carlos Alves Moura.

Mensagem do Papa

O secretário executivo de Campanhas da CNBB, padre Luís Fernando da Silva, leu para os presentes no evento a mensagem enviada pelo papa Francisco: “O perdão das ofensas é a expressão mais eloquente do amor misericordioso e, para nós cristãos, é um imperativo de que não podemos prescindir. Às vezes, como é difícil perdoar! E, no entanto, o perdão é o instrumento colocado nas nossas frágeis mãos para alcançar a serenidade do coração, a paz. Deixar de lado o ressentimento, a raiva, a violência e a vingança é condição necessária para se viver como irmãos e irmãs e superar a violência”.

No final da Mensagem, papa Francisco pediu: “Peço a Deus que a Campanha da Fraternidade deste ano anime a todos para encontrar caminhos de superação da violência, convivendo mais como irmãos e irmãs em Cristo. Invoco a proteção de Nossa Senhora da Conceição Aparecida sobre o povo brasileiro, concedendo a Bênção Apostólica. Peço que todos rezem por mim”. Leia mais »

Notícias

Abertura da CF 2018 será transmitida ao vivo, nesta quarta-feira, por emissoras católicas

13-02-2018 | Por CNBB

Campanha começa nesta Quarta-feira de Cinzas. Foto: CNBB

A cerimônia de abertura da Campanha da Fraternidade 2018, agendada para a Quarta-feira de Cinzas, 14, na sede provisória da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), poderá ser acompanhada de todo o Brasil, ao vivo. Emissoras de inspiração católica e a página da CNBB no Facebook farão a transmissão do evento em tempo real.

O grupo de emissoras de inspiração católica organizado pela Signis Brasil mobilizou os profissionais para que uma das TVs disponibilizasse o sinal para que o conteúdo seja transmitido para todo o Brasil. A equipe da Rede Vida, em Brasília, se dispôs a fazer a captação das imagens e a geração do sinal via satélite.

O evento terá início às 10h da manhã, com a presença do arcebispo de Brasília (DF) e presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, do bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da entidade, dom Leonardo Steiner, além de convidados.

Articulador das emissoras de inspiração católica na Signis Brasil, Geizom Sokacheski, que é profissional da TV Evangelizar, conta que foi criado há cinco anos um setor para tratar das televisões no âmbito da Associação Católica de Comunicação, “onde frutos virtuosos têm surgido”.

Foto: Arquivo pessoal/ Geizom Sokacheski

“Transmissões e pautas conjuntas têm sido organizadas e realizadas para a promoção da fé, práticas de solidariedade e caridade. Na intenção da promoção da vida humana e da Evangelização”, ressalta.

Geizom agradece o apoio, a orientação, a dedicação e o “verdadeiro espírito de união” dos diretores e administradores das emissoras de TV para as transmissões de interesse nacional, “somando forças aumentando a capilaridade e expansão de seus canais”.

Sobre o trabalho com a CNBB, que não se limita à abertura da Campanha da Fraternidade, Sokacheski aponta a “profunda sintonia” do trabalho, com orientações e sugestões de pautas e atividades, para estimular a volta à pratica religiosa em ações como a abertura da CF. O contato com o grupo é feito tanto pela Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB, quanto pela Assessoria de Imprensa da entidade.

A Rede Vida e a Canção Nova farão a transmissão da abertura da CF ao vivo. Já as TVs Evangelizar e Aparecida transmitirão o evento gravado em horários alternativos que podem ser conferidos na programação de cada emissora.

MALHADA DE PEDRAS – SENHOR BOM JESUS

Em Malhada de Pedras, animadores estudam tema da Campanha da Fraternidade

04-02-2018 | Por PASCOM Malhada de Pedras

Animadores de comunidades, em Malhada de Pedras, estudam tema proposto pela Campanha da Fraternidade. Foto: PASCOM

Uma manhã de formação sobre a Campanha da Fraternidade deste ano, que tem como tema “Fraternidade e superação da violência”. Esse foi o encontro para animadores das comunidades rurais da Paróquia Senhor Bom Jesus de Malhada de Pedras, realizado neste sábado (3), no salão paroquial da cidade. Cerca de 70 pessoas das 30 comunidades rurais da paróquia participaram do momento, que contou com a assessoria do professor Stanislau Carlos dos Santos.

O padre Edson Rocha, pároco de Malhada de Pedras, também esteve presente.  “Estudamos o que a Igreja nos pede sobre a Campanha da Fraternidade deste ano: construir fraternidade promovendo uma cultura da paz, da reconciliação e da justiça à luz da Palavra de Deus”, disse o padre.

“A Igreja Católica proclama, com convicção de fé em Cristo e com a sua consciência de missão, que a violência é um mal e é inaceitável como solução dos problemas. A violência é uma mentira que se opõe à nossa fé e à verdade da humanidade e não é digna do ser humano”, completou o padre sobre a importância do tema abordado este ano pela CNBB. A abertura da Campanha da Fraternidade será no dia 14 de fevereiro, durante a celebração da quarta-feira de cinzas.

Foto: PASCOM

Em Malhada de Pedras, os animadores das comunidades rurais se reúnem com o padre no primeiro sábado de cada mês, para momentos de formação e orientações gerais.

Página 1 de 11
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com