DIOCESE
23-11-2017
Papa Francisco cria nova diocese na Bahia e nomeia bispo
DIOCESE
23-11-2017
Encontro dos Bispos da Bacia do São Francisco é realizado em Bom Jesus da Lapa
CARAÍBAS - SANTO ANTÔNIO
20-11-2017
Paróquia de Caraíbas realiza retiro para crismandos e MECEs
DIOCESE
20-11-2017
Pastoral da Criança celebra 30 anos na Diocese de Caetité
HORÁRIO DE MISSA

BRUMADO – SENHOR BOM JESUS

Espiritualidade e fé marcam a Semana Santa na Diocese de Caetité

17-04-2017 | Da Redação

Considerada a semana Maior pela Igreja Católica, a Semana Santa foi um momento de muita espiritualidade nas paróquias da Diocese de Caetité. Unidos pela mesma fé, a comunidade diocesana celebrou a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, que teve início com o Domingo de Ramos e a recordação da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, aclamado como o Messias, o Filho de Deus.

Na Paróquia Santo Antônio, em Caraíbas, a Segunda-feira Santa foi de visitas a doentes e idosos, um gesto muito praticado por Jesus. Em Igaporã, Paróquia Nossa Senhora do Livramento, a comunidade celebrou a Missa do Depósito do Senhor dos Passos e, ao final da celebração, a imagem foi levada em procissão até o Hospital Municipal, onde permaneceu até a Quarta-feira Santa. Leia mais »

MORTUGABA – SÃO JOSÉ

Confira como foi a Semana Santa na Paróquia São José de Mortugaba

16-04-2017 | Por Samara Castro/Pascom Mortugaba

A Semana Santa é um momento de muita fé e devoção na vida da Igreja, pois é quando voltamos nossos corações para a misericórdia de Jesus e olhamos para todo o seu sofrimento ao morrer na cruz para nos salvar. Na Paróquia São José, em Mortugaba, as celebrações desta semana foram realizadas com a participação ativa dos paroquianos, que demonstraram a crença na Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo.

As celebrações tiveram início com a Missa de Ramos, no último domingo. “Jesus entra em Jerusalém, aclamado como o Messias, aquele que vem instaurar definitivamente o Reino do Deus da vida”, recorda a celebração.

Na segunda-feira, a via-sacra percorreu várias ruas da cidade, com participação fervorosa dos fieis. Na terça-feira, a celebração da Misericórdia foi uma noite de bênçãos, momento em que os fieis voltaram renovados para casa.

Na quarta-feira, celebramos a Procissão do Encontro de Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores, organizada pelo Terço dos Homens e a Legião de Maria. Os homens se reuniram na comunidade do bairro Santo Antônio, e as mulheres na comunidade do bairro de Nossa Senhora Aparecida. O trajeto foi longo, mas muito bonito. O encontro das duas imagens foi na igreja Matriz. No Sermão das Sete Palavras, o padre José Carlos Rodrigues, pároco de Mortugaba, falou dos encontros e desencontros da vida e da esperança.

A Procissão do Encontro recorda o encontro de Jesus com Maria, Sua mãe, a caminho do calvário.

 

Na quinta-feira, a Missa dos enfermos e idosos foi realizada pela manhã e, à noite, a celebração da Ceia do Senhor relembrou o momento em que Jesus Cristo deixa para nós o Seu corpo e o Seu sangue, como permanência Dele em nossa vida.

Na sexta-feira, a celebração da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo foi realizada às 15, horário em que, segundo a tradição, Jesus morreu. No Sábado Santo, nos unimos à vitória e à ressurreição de Cristo. A celebração da vigília pascal foi realizada na quadra Balbino Coelho.
“Essa noite é chamada de Mãe das Noites, pois foi nesse momento que o Senhor ressuscitou”, disse o padre José Carlos.

Com o domingo de Páscoa, encerramos a Semana Santa, mas continuamos celebrando, com fé e alegria, o período pascal.

BOTUPORÃ – SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Diocese de Caetité celebra o Domingo de Ramos

10-04-2017 | Da Redação

Um grande movimento de fé marcou o fim da quaresma e início da semana santa na Diocese de Caetité. Neste domingo, 09, todas as paróquias celebraram o Domingo de Ramos, momento da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.

O bispo diocesano, Dom Carvalho, celebrou logo pela manhã a solenidade na Catedral de Senhora Santa’Ana, em Caetité. “Nós buscamos uma vida santa. O que hoje nós cantamos e celebramos é o que nós queremos para a aplicar na nossa vida[…] Irmão e irmãs, acolhamos Jesus, deixemos que ele seja luz da nossa vida e do nosso interior; não permitamos o tremor interior, o medo, a insegurança, porque Jesus é o senhor da nossa vida”, disse Dom Carvalho durante a homília.

Em Urandi, Paróquia Santo Antônio, logo pela manhã a frente da Igreja Matriz já estava preparada para a celebração campal de Ramos. Também Paróquia Santo Antônio, em Caraíbas a Igreja Matriz ficou cheia com os fiéis que logo cedo foram participar da celebração presidida pelo padre Marcos RCJ.

Muitas paróquias celebraram à noite a solenidade de Ramos. Com as crianças à frente, em Botuporã, Paróquia Sagrado Coração de Jesus, o grito de “Jesus é o rei” ecoou pela igreja. Com os ramos nas mãos todos cantavam.

Milhares de pessoas estiveram presentes na praça da Igreja Matriz de Guanambi, Paróquia Santo Antônio. Em Igaporã, Paróquia Nossa Senhora do Livramento, a celebração também foi realizada à noite. Uma procissão encenando a entrada de Jesus em Jerusalém marcou o domingo de ramos em Piripá, Paróquia São João Batista.

ARACATU – SÃO PEDRO

Já está disponível a edição 64 do Jornal A CAMINHO

05-04-2016 | Da redação PASCOM

Capa da edição 64 do Jornal Diocesano A CAMINHO.

Capa da edição 64 do Jornal Diocesano A CAMINHO.

Já está disponível para sua leitura online da edição 64 do nosso Jornal Diocesano A CAMINHO. Preparado para os meses de abril e maio, nesta edição você confere uma matéria especial fando sobre o uso de imagens nas igrejas e sobre o sentido litúrgico do tempo pascal. Aprofundamos nossa formação sobre o mês mariano e entramos na experiência de dar um ‘sim’ como o de Maria.

Você ainda confere nesta edição como foi a Semana Santa 2016 na Diocese e a agenda de eventos diocesana. A edição 64 começa a chegar às paróquias da Diocese ainda essa semana, mas você já pode conferir agora! ACESSE

Notícias

Realizada 3ª edição da Páscoa da Juventude em Caetité

28-03-2016 | Da Redação PASCOM/Com Informações de Renan Santos

Com muita animação, os jovens percorreram as ruas de Caetité. Foto: Renan Santos

Com muita animação, os jovens percorreram as ruas de Caetité. Foto: Renan Santos

Música, dança, alegria. O domingo da ressurreição foi celebrado em Caetité com a 3ª Páscoa da Juventude, evento realizado pelo Conselho Paroquial da Juventude da Paróquia Senhora Sant’Ana.

Pelas ruas da cidade, jovens de várias cidades da Diocese seguiram atrás do trio ao som da Banda Leite e Mel. Em três horas de apresentação, o grupo tocou musicas de louvor e adoração e teve o objetivo de não deixar ninguém parado.

A Banda Leite e Mel foi atração do evento. Foto: Renan Santos

A Banda Leite e Mel foi atração do evento. Foto: Renan Santos

O Pe. Gilvan Pereira Rodrigues, Administrador Diocesano, parabenizou a iniciativa e enfatizou que “festa é importante quando se tem um bom motivo” para se festejar e que “quando se comemora a Páscoa do Senhor” é ainda melhor.

Artigos

Nossa Páscoa na Páscoa de Cristo: Ele é o vivente!

27-03-2016 | Por Pe. Sandro Alves Teixeira Lima*

“[...]esses sinais foram escritos para crerdes que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome [...]” (cf. Jo 20,31)

“[…]esses sinais foram escritos para crerdes que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome […]” (cf. Jo 20,31)

No dia 10 de fevereiro, com a celebração da quarta-feira de cinzas e abertura da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016, com o tema “Casa Comum: nossa responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5,24) iniciamos uma peregrinação de quarenta dias, isto é, a quaresma. Tempo de revisão, reflexão e conversão nos preparando para celebrar com todo afinco o mistério da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. No entanto, uma questão nos instiga: o que é mesmo ressurreição?

Recorramos ao dicionário Aurélio de Holanda (2007), e ele responde que ressurreição é o ato ou efeito de ressurgir ou ressuscitar. Ao descrever sobre o verbo ressuscitar diz que nada mais é, senão,fazer voltar à vida; dar nova existência a; fazer reaparecer; tornar a viver, após ter morrido. Como entender tudo isto? Onde está o sentido desta nova existência?

Cantamos, em nossas comunidades, que “a Palavra de Deus não passa por nós sem deixar um sinal”, ou seja, o sentido. Então, ao visitar os evangelhos sinóticos (Mt 28 1-10; Mc 16, 1-8; Lc 24, 1-12), e o evangelho joanino (20, 1-10), encontramos os relatos da ressurreição de Jesus Cristo. Dessa leitura, começa a surgir para nós uma luz, ressurreição de Jesus Cristo, que vai dizer ao centurião Nicodemos de que verdadeiramente Ele é o Filho de Deus. Surge, assim, mais hipótese, a ideia da ressurreição como ação de Deus.  Leia mais »

BOQUIRA – NOSSA SENHORA DA ABADIA

Diocese celebra intensamente a sexta-feira da paixão

26-03-2016 | Por Luan Vinicius Ferreira/PASCOM

O dia foi dedicado a orações e ao jejum

O dia foi dedicado a orações e ao jejum

Após ser traído pelo apóstolo Judas, Jesus foi levado por soldados e, após ser julgado, sofreu as dores do martírio, a coroa de espinhos, o caminho até o calvário e a morte de cruz. Sentiu dores por todo corpo. Sentiu a tensão em seus músculos, teve sede. Esvaziou-se completamente e de seu peito jorrou sangue e água. Os evangelistas narram cada um desses momentos. A igreja, na sexta-feira santa, segundo dia do tríduo pascal, se reserva ao silêncio. Relembra cada um deste instantes e aconselha os fiéis a vivenciarem o jejum, oração e reflexão.

Pela Diocese de Caetité, as paróquias realizam a via-sacra – também conhecida como via-crúcis. Em 15 estações, da condenação à ressurreição, são lembrados os passos de Jesus pelas ruas das cidades e as três da tarde realizam a celebração da paixão do Senhor. A sexta-feira é o único dia em não há celebração de missas.  Leia mais »

Artigos

Sexta-feira Santa: “ninguém tira a minha vida, eu a dou por mim mesmo”

25-03-2016 | Por Pe. Waldech Gondim*

“EIS O LENHO DA CRUZ, DO QUAL PENDEU A SALVAÇÃO DO MUNDO”

“EIS O LENHO DA CRUZ, DO QUAL PENDEU A SALVAÇÃO DO MUNDO”

Sexta-feira da Paixão. Estamos no segundo dia do Tríduo Pascal. Como desdobramento da Ceia do Senhor e do lava-pés, hoje contemplamos o desenlace trágico da vida de Jesus que, tendo sido traído por um beijo e, consequentemente, julgado e condenado à morte, entregou a sua vida como uma oferenda amorosa e agradável a Deus. O evangelista João destaca neste momento a liberdade total e autêntica de Jesus: “ninguém tira a minha vida, eu a dou por mim mesmo” (Jo 10,18)

A tradição popular soube associar os sofrimentos do povo aos de Cristo na cruz, traduzindo-os numa riqueza inumerável de gestos e cantorias que expressam o esforço e a piedade humana em corresponder ao sacrifício do Senhor.  Leia mais »

CACULÉ – SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Caculé vive intensamente a Semana Santa

24-03-2016 | Da Redação, com informações de Fábio Galvão/PASCOM Caculé

Desde o domingo de Ramos, celebrado dia 20, a Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Caculé, vive intensa programação de Semana Santa. Na segunda-feira, fiéis foram ungidos com o óleo dos enfermos – abençoados na semana passada em missa na Catedral em Caetité. A noite da Misericórdia, realizada na terça-feira, contou com a participação de inúmeros fiéis. Com reflexões sobre a Campanha da Fraternidade 2016, na quarta-feira, a paróquia realizou a via-sacra do morro. A programação continua, e nesta quinta acontece a missa do lava-pés às 19h30 na Igreja Matriz da cidade.

MALHADA DE PEDRAS – SENHOR BOM JESUS

Paróquia de Malhada de Pedras realiza ‘Procissão do Encontro’

24-03-2016 | Por Anderson Ferreira/PASCOM Malhada

O final da procissão aconteceu em frente a Igreja Matriz da cidade

O final da procissão aconteceu em frente a Igreja Matriz da cidade

Como parte da programação da ‎Semana Santa celebrada, a “Procissão do Encontro” é, tradicionalmente, realizada na Quarta-feira Santa. A caminhada relembra o encontro da Virgem Maria, sob o título de Nossa Senhora das Dores, com o seu Filho, Nosso Senhor dos Passos, carregando a cruz a caminho do calvário.

Na Paróquia Senhor Bom Jesus de Malhada de Pedras, um jovem representando Jesus com a cruz saiu da Praça do Mercado, acompanhado dos homens da comunidade. As mulheres partiram do Centro de Saúde, seguindo a representação da Virgem Maria e das figuras bíblicas de Maria Madalena e Verônica, conhecidas como “mulheres piedosas”. Durante os percursos, cantos penitenciais e orações ajudaram os fiéis a refletir sobre o sofrimento de Jesus e as dores de Maria.

No encontro em frente à Igreja Matriz, o padre José Rocha, pároco da cidade, proferiu o Sermão das Sete Palavras, convidando os fiéis à conversão e à penitência.

Segundo a Igreja Católica, a “Procissão do Encontro” não está registrada na Sagrada Escritura, mas pertence à cultura popular religiosa. Ela é parte da tradição da Igreja rezada durante a Via-Sacra. Pelo fato de Maria, a Mãe de Jesus, estar aos pés da cruz, tem-se a ideia de que ela O seguiu e, num determinado ponto do caminho até o calvário, eles se encontraram.

Página 1 de 212