GUANAMBI - SÃO GERALDO MAJELLA
17-10-2017
São Geraldo Majella, em Guanambi, é 37ª paróquia da Diocese de Caetité
GUANAMBÍ – SANTO ANTÔNIO
17-10-2017
Paróquia Santo Antônio de Guanambi realiza Assembleia Paroquial
Notícias
17-10-2017
Cavalgada, em Sebastião Laranjeiras, homenageia Nossa Senhora Aparecida
DIOCESE
17-10-2017
NOTA DE ESCLARECIMENTO
HORÁRIO DE MISSA

MALHADA DE PEDRAS – SENHOR BOM JESUS

Padre Edson Rocha é o novo administrador paroquial de Malhada de Pedras

08-05-2017 | Por Anderson Ferreira/Pascom Malhada de Pedras

Padre Edson Rocha é acolhido pela Paróquia de Malhada de Pedras. Foto: Anderson Ferreira

A Missa de posse do novo administrador da Paróquia Bom Jesus de Malhada de Pedras, padre Edson Rocha Passos, foi neste domingo (7). A celebração Eucarística foi presidida pelo bispo Dom José Roberto Silva Carvalho e concelebrada também pelo padre Alessandro Santos (Urandi) e pelo vigário-geral da diocese, monsenhor Alex Adriano Barbosa (Guanambi). Mais de 20 comunidades rurais participaram da celebração, que ainda contou com a presença de paroquianos de Guanambi e Pindaí, última paróquia de padre Edson. Muitas pessoas acompanharam a celebração do lado de fora da igreja, que estava lotada.

Representantes dos zonais da paróquia de Malhada de Pedras, com cartazes de acolhida, deram as boas-vindas ao padre Edson. Paroquianos de Pindaí também manifestaram a gratidão ao padre pelos mais de sete anos dedicados à paroquia.

A coordenadora do Conselho Pastoral Paroquial (CPP), Maria de Lourdes Guimarães, leu o histórico do município, com destaque para a caminhada de mais de 40 anos da paróquia. Em seguida, o monsenhor Alex Adriano fez a leitura da provisão de posse do novo administrador paroquial. Das mãos de um casal do movimento Encontro de Casais com Cristo (ECC), padre Edson recebeu as chaves da igreja.

Na homilia, o bispo falou da alegria em trazer um novo pastor para a paróquia de Malhada de Pedras, mas já adiantou que padre Edson ficará por pouto tempo na cidade. “Por necessidade da diocese, para o futuro, não posso dizer quantos meses, porque depende de como as coisas vão caminhar, o padre Edson já tem outra missão confiada a ele”, explicou Dom Carvalho. Como bispo, esta foi a primeira vez que Dom Carvalho esteve na paróquia de Malhada de Pedras.

Ao final da celebração, o padre Edson recebeu homenagens da paróquia. No abraço das jovens do Ministério de Dança, recebeu o carinho de todos os paroquianos. Falando à comunidade, fez agradecimentos e pediu a colaboração da paróquia que agora o acolhe como pastor. “Ajudem-me a exercer o meu ministério aqui. No que depender de mim, farei o possível para ajudar esta comunidade e farei também o maior esforço para ser presença de Deus entre vocês”, disse.

Padre Edson é natural de Boquira e foi ordenado sacerdote em 20 de outubro de 2000. Desde então, passou pelas paróquias de Tanque Novo (com colaboração em Caturama e Botuporã) e Pindaí.

MALHADA DE PEDRAS – SENHOR BOM JESUS

Jovens de Malhada de Pedras encenam a Paixão de Cristo

15-04-2017 | Por Anderson Ferreira/Pascom Malhada de Pedras

Quase 40 jovens da Paróquia Bom Jesus de Malhada de Pedras encenaram, na noite desta Sexta-feira Santa, a Paixão de Cristo. A via-sacra, como é conhecida, lembra os últimos dias de Jesus antes da crucificação. O cenário montado na praça da Matriz foi palco para oito cenas, desde a Última Ceia de Jesus com os discípulos até a morte Dele na cruz. Quem chegou para acompanhar viu de perto a retratação do sofrimento de Jesus Cristo, condenado à morte de forma cruel.

Na primeira cena, um dos quadros mais famosos da história da humanidade. Na Última Ceia, Jesus anuncia aos apóstolos que será traído por um deles. Lucas Correia, 21, foi quem dirigiu a peça e também emocionou o público no papel do principal personagem dessa história. Uma missão, segundo ele, mais que especial. “É de uma felicidade tamanha ter atuado e dirigido a peça, sabendo que se trata de um dos momentos mais importantes da vida de Jesus. Todos nós nos emocionamos juntos, a cada fala e cena”, conta o jovem, que, no início, teve resistência em aceitar o papel devido à responsabilidade que teria, mas aceitou com o propósito de se doar por inteiro ao personagem. “Em minha conversão, eu tive uma experiência muito bonita com Jesus e, de alguma forma, ao aceitar esse papel, queria que as pessoas que assistissem à peça não vissem apenas uma pessoa interpretando um personagem, mas vissem a imagem de Nosso Senhor Jesus Cristo e acompanhassem cada detalhe de Sua Paixão”, explica. Leia mais »

MALHADA DE PEDRAS – SENHOR BOM JESUS

Paróquia de Malhada de Pedras realiza formação para agentes da Pastoral do Dízimo

02-04-2017 | Por Anderson Ferreira/Pascom Malhada de Pedras

 

Quase 40 pessoas participaram da formação.

Agentes da Pastoral do Dízimo e representantes de 11 comunidades rurais da Paróquia Bom Jesus de Malhada de Pedras participaram, na manhã deste domingo (2), de uma formação sobre o dízimo, realizada no salão paroquial da cidade. O encontro contou com a assessoria da irmã Alexandrina Firmino, da Congregação das Carmelitas Missionárias, de Guajeru, e do padre José Rocha. Quase 40 pessoas participaram da formação que teve como tema “A Missão da Coordenação da Pastoral do Dízimo”.

Durante a oração, na abertura do encontro, o padre levou os participantes a refletir sobre a caminhada da pastoral na paróquia. Uma passagem do livro de Números foi a inspiração para a reflexão desse primeiro momento. “De todas as ofertas que receberem, reservarão uma parte para Javé, e essa parte sagrada vocês tirarão do melhor de todas as coisas”, diz o livro da Bíblia.

Na conversa com os participantes, a irmã Alexandrina falou da missão dos agentes da Pastoral do Dízimo. “O dízimo, quando é bem entendido, é comprometedor, pois leva o cristão a se comprometer com Deus e com a sua comunidade”, disse. Segundo a religiosa, o papel dos agentes consiste na conscientização dos católicos com relação ao compromisso em devolver o dízimo. “Conscientizar não é simplesmente o conhecimento intelectual. É aquilo que mexe com a consciência, com o coração e com a vontade. Eu tomo conhecimento de algo e eu vou deixar que a minha emoção se envolva nisso. A partir dessa minha consciência, eu levo o meu conhecimento aos outros. Assim é na pastoral, com vocês que estão à frente desse trabalho”, explicou.

A Carmelita, irmã Alexandrina Firmino, de Guajeru, assessorou o encontro.

Em grupo, os agentes levantaram os desafios da pastoral na comunidade. A falta de conscientização em relação ao dízimo foi o principal desafio apontado pelos grupos. Diante disso, a pastoral se comprometeu em retornar  com as visitas às comunidades rurais e aos setores da cidade, a fim de trabalhar o sentido e a vivência do dízimo na comunidade.

No segundo momento, o padre José Rocha falou sobre a missão dos agentes e a experiência de fé com o dízimo. “A minha missão também precisa ser uma experiência de fé. Não adianta eu pedir as pessoas para serem dizimistas, se eu não faço a minha experiência”. Na palestra, o padre destacou as três chaves do dízimo: é uma questão de amor, é bíblico e fala ao coração. “Antes de falar do dízimo, eu preciso falar de amor e da bíblia. Antes de fazer com que as pessoas devolvam o dízimo, elas precisam devolver o seu coração”, disse o padre.

Padre José Rocha também conduziu alguns momentos do encontro.

MALHADA DE PEDRAS – SENHOR BOM JESUS

Quaresma: Paróquia de Malhada de Pedras inicia caminhada penitencial

04-03-2017 | Por Anderson Ferreira/Pascom Malhada de Pedras

A caminhada penitencial começou às margens do rio da cidade.

A caminhada penitencial começou às margens do rio do Antônio, que por muito tempo foi a fonte de abastecimento hídrica do município de Malhada de Pedras. Hoje, devido à ação humana, o rio, com a pouca água acumulada em pequenas poças pelos escassos períodos de chuva, é apenas parte de um cenário seco do sertão baiano. É que o escoamento de resíduos industriais e o esgotamento sanitário sem tratamento, ao longo das cidades banhadas pelo rio, tiraram-lhe a vida. Leia mais »

Página 2 de 212