DIOCESE
23-11-2017
Papa Francisco cria nova diocese na Bahia e nomeia bispo
DIOCESE
23-11-2017
Encontro dos Bispos da Bacia do São Francisco é realizado em Bom Jesus da Lapa
CARAÍBAS - SANTO ANTÔNIO
20-11-2017
Paróquia de Caraíbas realiza retiro para crismandos e MECEs
DIOCESE
20-11-2017
Pastoral da Criança celebra 30 anos na Diocese de Caetité
HORÁRIO DE MISSA

IGAPORÃ – NOSSA SENHORA DO LIVRAMENTO

Paróquia de Igaporã debate Campanha da Fraternidade na Câmara de Vereadores

10-05-2016 | Da Redação PASCOM

Padre Paulo Henrique falou durante a Sessão da Câmara de Vereadores

Padre Paulo Henrique falou durante a Sessão da Câmara de Vereadores

A Paróquia Nossa Senhora do Livramento, em Igaporã, foi à Câmara de Vereadores do município para debater com os vereadores e população a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, que tem como tema “Casa Comum, nossa responsabilidade”.

O Pe. Paulo Henrique, pároco de Igaporã, esteve presente na sessão. O tema da Campanha foi apresentado pela professora Rute de Riacho de Santana, e pelo estudante de agronomia Vinicius, que destacaram a problemática do esgotamento sanitário.

Estiveram presente na sessão a prefeita de Igaporã, Rosana Cotrim de Carvalho Melo, vereadores, professores, representantes de sindicatos e associações, além do Pastor Alan da Igreja Adventista do Sétimo dia.

Ao final, a problemática dos parques eólicos voltou à tona, como também a desvalorização da preservação das nascentes.

BOQUIRA – NOSSA SENHORA DA ABADIA

Boquira multiplica formação sobre a Campanha da Fraternidade 2016

25-02-2016 | Da Redação, com informações de Helley Kelley/PASCOM Boquira

A paróquia se reuniu para aprofundar ainda mais no tema da Campanha da Fraternidade. Foto: Helley Kelley/PASCOM Boquira

A paróquia se reuniu para aprofundar ainda mais no tema da Campanha da Fraternidade. Foto: Helley Kelley/PASCOM Boquira

Resultado do encontro de formação sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, a Paróquia Nossa Senhora da Abadia, em Boquira, realizou na última terça-feira, dia 23, o repasse da formação.

De Boquira, Regina Curcino participou do encontro em Caetité no mês de janeiro as discussões realizadas durante o encontro e as propostas de ação para a Campanha da Fraternidade, que este ano fala da problemática do saneamento básico.

“O saneamento básico é um direito humano fundamental e, como todos os outros direitos, requer a união de esforços entre sociedade civil e poder público no planejamento e na prestação de serviços e de cuidados. Por isso a Campanha da Fraternidade esse ano é Ecumênica, pois a questão do Saneamento afeta não apenas católicos, mas todas as pessoas, independente da fé que professem”, disse Regina durante o encontro de repasse.

Padre Sátiro, presente no encontro, ressaltou a importância da Campanha da Fraternidade e das nossas ações junto à sociedade civil. Pediu para que fossem criados outros grupos de circulo bíblico, lembrando sobre nosso papel na sociedade.

Artigos

[ARTIGO] O combate ao aedes aegypti

17-02-2016 | Por Dom Murilo S.R. Krieger, scj Arcebispo de Salvador

Mosquito Aedes Aegypti

Mosquito Aedes Aegypti

Dois anos atrás, as Igrejas Cristãs que fazem parte do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs – Conic assumiram a responsabilidade de preparar a Campanha da Fraternidade (CF) de 2016. Ao refletir sobre o tema que deveriam escolher, concluíram que precisaria girar em torno do direito que todas as pessoas têm ao saneamento básico. Na fase de preparação do texto-base, foi publicada a encíclica “Laudato si – sobre o cuidado da casa comum”, do Papa Francisco. Foi natural, pois, que as reflexões papais acabassem iluminando vários parágrafos do texto.

Lançada a CF-2016, percebe-se quanto o tema que aborda é oportuno e atual. Nosso país enfrenta as consequências da “vergonhosa realidade do saneamento básico”: a multiplicação do mosquito “aedes aegypti”, transmissor da dengue, do vírus zika e do chikungunya.

Preocupada com os desdobramentos dessa situação, e convicta da necessidade de “um grande mutirão, que envolva todos os setores da sociedade”, a CNBB, através de seu Conselho Episcopal Pastoral, aprovou uma mensagem para a sociedade. Afinal, somente nos mobilizando “seremos capazes de vencer estas doenças que atingem, sem distinção, toda a população brasileira”.

Da Mensagem da CNBB, chamo a atenção para cinco pontos:  Leia mais »

Notícias

Apresentada propostas de ações para a Campanha da Fraternidade na Diocese

16-02-2016 | Por Luan Vinicius Ferreira/PASCOM

Durante o CPD, Pe. José Rocha apresentou as propostas de ação da Diocese para a Campanha da Fraternidade 2016. Foto: Luan Vinicius Ferreira/PASCOM

Durante o CPD, Pe. José Rocha apresentou as propostas de ação da Diocese para a Campanha da Fraternidade 2016. Foto: Luan Vinicius Ferreira/PASCOM

Resultado do encontro de formação sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, o Pe. José Rocha apresentou, durante o Conselho Pastoral Diocesano – CPD –, no último final de semana em Caetité, as propostas de ação da Campanha para a Diocese.

A formação sobre a Campanha, realizada no final do mês de janeiro, foi coordenada pelos padres José Rocha e José Vieira, que contaram com a colaboração de Amanda Santos, mestranda em saneamento básico e integrante da Cáritas, Regional Nordeste III.

Segundo Pe. José Rocha, as propostas têm por objetivo a provocação da sociedade, de modo geral, para ações concretas em relação ao saneamento básico. “Primeiro, além de provocar o poder público, provocar a sociedade civil para a criação, ou, pelo menos a participação nas políticas públicas. Uma vez que a Campanha [da Fraternidade] tenta abordar ao que é próprio nosso, seria o momento de incentivar as pessoas na busca e efetivação de ações concretas para vivência enquanto comunidade, e vivencia particular”, pontua o padre.  Leia mais »

Notícias

Campanha da Fraternidade 2016 tem inicio nesta quarta

09-02-2016 | Da Redação

Cartaz Campanha da Fraternidade 2016

Cartaz Campanha da Fraternidade 2016

Começa nesta quarta-feira, 10, juntamente com a quaresma, a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, com o tema “Casa comum, nossa responsabilidade”, e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5. 24).

A Campanha deste ano tem por objetivo assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas, e lutar por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa casa comum.

O tema da Campanha em 2016 leva a população a uma reflexão em sintonia com encíclica Laudato Si, do Papa Francisco, na qual ele critica o consumismo e o desenvolvimento irresponsável, além de fazer um apelo à mudança e a unificação global das ações para combater a degradação ambiental e as alterações climáticas.

Artigos

[ARTIGO] Casa comum: nossa responsabilidade

07-02-2016 | Dom Canísio Klaus/Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)

Cartaz Campanha da Fraternidade 2016

Cartaz Campanha da Fraternidade 2016

Na quarta-feira de cinzas as igrejas cristãs articuladas de forma ecumênica lançam a Campanha da Fraternidade de 2016. O enfoque é o saneamento básico, com o intuito de garantir a integridade e o futuro de nossa Casa Comum que é o Planeta Terra. É claro que o saneamento básico por si só não irá garantir o futuro da vida, mas “é condição para se obter resultados satisfatórios na luta para a erradicação da pobreza e da fome, para a redução da mortalidade infantil e pela sustentabilidade ambiental” (Texto-Base da CF, n. 21). O saneamento básico deve vir acompanhado de várias outras ações, tais como evitar o consumismo e o desperdício de alimentos e preservar a biodiversidade.

A frase motivadora da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016 é tirada do Livro de Amós (5,25): “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”. “Nem sempre estamos atentos para atitudes simples, por exemplo, o descarte correto do lixo, ligar nossas casas às redes de esgoto, cuidar da água, entre outras. A falta desses cuidados fere a Criação, de forma que, no lugar de flores, jardins e frutos diversos vemos esgoto a céu aberto, rios poluídos e monoculturas. A diversidade e a beleza da Criação desaparecem, e a terra que era alegre fica triste” (28).

Assim como nossas casas particulares ficam mais bonitas quando todos os seus moradores tomam alguns cuidados básicos, tais como não entrar com os pés sujos na casa, largar o lixo no seu devido lugar, não arrastar os móveis pelo chão e deixar tudo no seu devido lugar, também a grande Casa Comum de todos nós, que é a Terra, fica mais bonita quando todos se sentem responsáveis por ela. De acordo com o Texto-Base da Campanha da Fraternidade, “temos a responsabilidade, enquanto cidadãos e cidadãs, de cuidarmos do espaço onde moramos, de não jogar lixo na rua, de zelar pelos bens e espaços coletivos” (n. 168).

Para viabilizar a Campanha da Fraternidade, propomos que as lideranças das igrejas promovam reuniões em conjunto, definindo ações em nível de município e região. Estas ações devem ser articuladas com o poder público e com outras entidades envolvidas com as questões ambientais. É também importante que as igrejas aproveitem este tempo para firmarem laços de fraternidade entre si, uma vez que “unidos seremos mais eficientes, mais ouvidos, dando um testemunho mais forte e cuidando melhor do mundo e da família global que Deus nos ofereceu” (n. 193). Como pessoas de fé, “entreguemos a Deus o serviço que queremos prestar, para que Deus sempre nos inspire a caminhar a seu lado na preservação do bonito e saudável ambiente que nos ofereceu na criação” (n. 196). Façamos isso através dos grupos de família e das diversas celebrações que são próprias deste tempo.

Que Deus abençoe nossa caminhada ecumênica rumo à Páscoa e a um mundo mais alegre e bonito!

Notícias

Acontece neste final de semana formação sobre a Campanha da Fraternidade 2016

28-01-2016 | Por Luan Vinicius Ferreira/PASCOM

Cartaz Campanha da Fraternidade 2016

Cartaz Campanha da Fraternidade 2016

Com o tema “Casa comum, nossa responsabilidade”, a Campanha da Fraternidade 2016. Este ano, a Campanha tem como objetivo assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas e o empenho , à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa Casa Comum.

Para melhor aprofundar nos objetivos da Campanha deste ano, a Diocese de Caetité realiza entre os dias 29 e 31 de janeiro um Encontro de Formação sobre a campanha. O evento começa às 18h desta sexta, e será realizado no Centro de Treinamento de Lideres – CTL – em Caetité. Leia mais »

Página 1 de 11