DIOCESE
23-11-2017
Papa Francisco cria nova diocese na Bahia e nomeia bispo
DIOCESE
23-11-2017
Encontro dos Bispos da Bacia do São Francisco é realizado em Bom Jesus da Lapa
CARAÍBAS - SANTO ANTÔNIO
20-11-2017
Paróquia de Caraíbas realiza retiro para crismandos e MECEs
DIOCESE
20-11-2017
Pastoral da Criança celebra 30 anos na Diocese de Caetité
HORÁRIO DE MISSA

IGAPORÃ – NOSSA SENHORA DO LIVRAMENTO

Paróquia de Igaporã debate Campanha da Fraternidade na Câmara de Vereadores

10-05-2016 | Da Redação PASCOM

Padre Paulo Henrique falou durante a Sessão da Câmara de Vereadores

Padre Paulo Henrique falou durante a Sessão da Câmara de Vereadores

A Paróquia Nossa Senhora do Livramento, em Igaporã, foi à Câmara de Vereadores do município para debater com os vereadores e população a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, que tem como tema “Casa Comum, nossa responsabilidade”.

O Pe. Paulo Henrique, pároco de Igaporã, esteve presente na sessão. O tema da Campanha foi apresentado pela professora Rute de Riacho de Santana, e pelo estudante de agronomia Vinicius, que destacaram a problemática do esgotamento sanitário.

Estiveram presente na sessão a prefeita de Igaporã, Rosana Cotrim de Carvalho Melo, vereadores, professores, representantes de sindicatos e associações, além do Pastor Alan da Igreja Adventista do Sétimo dia.

Ao final, a problemática dos parques eólicos voltou à tona, como também a desvalorização da preservação das nascentes.

BOQUIRA – NOSSA SENHORA DA ABADIA

Boquira multiplica formação sobre a Campanha da Fraternidade 2016

25-02-2016 | Da Redação, com informações de Helley Kelley/PASCOM Boquira

A paróquia se reuniu para aprofundar ainda mais no tema da Campanha da Fraternidade. Foto: Helley Kelley/PASCOM Boquira

A paróquia se reuniu para aprofundar ainda mais no tema da Campanha da Fraternidade. Foto: Helley Kelley/PASCOM Boquira

Resultado do encontro de formação sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, a Paróquia Nossa Senhora da Abadia, em Boquira, realizou na última terça-feira, dia 23, o repasse da formação.

De Boquira, Regina Curcino participou do encontro em Caetité no mês de janeiro as discussões realizadas durante o encontro e as propostas de ação para a Campanha da Fraternidade, que este ano fala da problemática do saneamento básico.

“O saneamento básico é um direito humano fundamental e, como todos os outros direitos, requer a união de esforços entre sociedade civil e poder público no planejamento e na prestação de serviços e de cuidados. Por isso a Campanha da Fraternidade esse ano é Ecumênica, pois a questão do Saneamento afeta não apenas católicos, mas todas as pessoas, independente da fé que professem”, disse Regina durante o encontro de repasse.

Padre Sátiro, presente no encontro, ressaltou a importância da Campanha da Fraternidade e das nossas ações junto à sociedade civil. Pediu para que fossem criados outros grupos de circulo bíblico, lembrando sobre nosso papel na sociedade.

Notícias

Apresentada propostas de ações para a Campanha da Fraternidade na Diocese

16-02-2016 | Por Luan Vinicius Ferreira/PASCOM

Durante o CPD, Pe. José Rocha apresentou as propostas de ação da Diocese para a Campanha da Fraternidade 2016. Foto: Luan Vinicius Ferreira/PASCOM

Durante o CPD, Pe. José Rocha apresentou as propostas de ação da Diocese para a Campanha da Fraternidade 2016. Foto: Luan Vinicius Ferreira/PASCOM

Resultado do encontro de formação sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, o Pe. José Rocha apresentou, durante o Conselho Pastoral Diocesano – CPD –, no último final de semana em Caetité, as propostas de ação da Campanha para a Diocese.

A formação sobre a Campanha, realizada no final do mês de janeiro, foi coordenada pelos padres José Rocha e José Vieira, que contaram com a colaboração de Amanda Santos, mestranda em saneamento básico e integrante da Cáritas, Regional Nordeste III.

Segundo Pe. José Rocha, as propostas têm por objetivo a provocação da sociedade, de modo geral, para ações concretas em relação ao saneamento básico. “Primeiro, além de provocar o poder público, provocar a sociedade civil para a criação, ou, pelo menos a participação nas políticas públicas. Uma vez que a Campanha [da Fraternidade] tenta abordar ao que é próprio nosso, seria o momento de incentivar as pessoas na busca e efetivação de ações concretas para vivência enquanto comunidade, e vivencia particular”, pontua o padre.  Leia mais »

Página 1 de 11