DIOCESE

Por decreto, Dom Carvalho cria nova paróquia em Brumado

24-01-2018 | Da Redação/PASCOM

Comunidade São Cristóvão durante festa de Nossa Senhora Aparecida em 2013. Foto: PASCOM DIOCESANA

No então território de Bom Jesus dos Meiras (hoje Brumado), os cultos religiosos eram realizados em capelas improvisadas nas propriedades de grandes fazendeiros da época, a exemplo do casarão histórico que ficava na antiga Fazenda Campo Seco. As necessidades levaram à criação de uma capela, onde hoje se encontra a atual Igreja Matriz da Paróquia Bom Jesus. A primeira construção, em estilo colonial romano, é datada de 1815. Do século 18 até hoje muita coisa mudou, muitas comunidades foram criadas.

A Paróquia Bom Jesus nasce 1869, é uma das paróquias mais antigas da Diocese de Caetité. E com o passar dos anos, as exigências pastorais e as necessidades espirituais continuam a crescer. Motivos que levaram o Bispo Diocesano, Dom José Roberto Silva Carvalho, a publicar decreto de criação da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Cristóvão.

Será a segunda paróquia da cidade. A ereção canônica está marcada pra acontecer no dia 27 de maio, data da Solenidade da Santíssima Trindade. “Ao mesmo tempo, pelo mesmo decreto, elevo à categoria de Matriz, com todos os direitos e obrigações, honras e privilégios, a Igreja de Nossa Senhora Aparecida e São Cristóvão. A referida Paróquia terá como padroeira titular Nossa Senhora Aparecida e Co-padroeiro, São Cristóvão”, diz o Bispo em Decreto. 

Com o desmembramento da Paróquia Bom Jesus, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Cristóvão contará com seis comunidades na zona urbana do município e 37 comunidades na zona rural, ficando organizada da seguinte forma:

ZONA URBANA

Nossa Sra. Aparecida (Vila presidente Vargas), Nossa Senhora da Conceição (Bairro Esconso), Santa Terezinha do Menino Jesus (Bairro São Jorge), São Cristóvão (Bairro Novo Brumado), São Francisco Xavier (Bairro Rodoviário), São Vicente de Paulo (Bairro Baraúnas).

ZONA RURAL

Agrestinho (N. Sra. Das Graças), Arrecifinho (N. Sra das Graças), Barreiro Branco I (São Francisco de Assis), Baixa da Baraúna (Senhor do Bonfim), Boi Morto (São João), Burro Morto, Campo Seco I (São José), Campo Seco II (N. Sra. de Fátima), Capote (São José), Casado (Sta. Terezinha do Menino Jesus), Espinheiro (Sta. Rita de Cássia), Estoque (N. Sra. Aparecida), Floresta (Santo Antônio), Formosa (Sagrada Família), Junco I (N. Sra de Fátima), Junco II (N. Sra Aparecida), Lajedão, Lagoa da Tapagem (N. Sra Aparecida), Lagoa de João Moura (N. Sra. Aparecida), Lagoa de São João (São João Batista), Lagoa do Caldeirão (N. Sra Aparecida), Lagoa do Caldeirão (N. Sra Aparecida), Lagoa do Facão (São João), Lagoa do Leite (N. Sra Aparecida), Lagoa do Mato (São José), Marquinho, Mucambo (Santa Luzia), Pedro do Mocó/Baixão, Queimada Grande (Santo Antônio), Represo (São Sebastião), Rodeador, Samambaia (Bom Jesus), Serra Escura (São Paulo Apóstolo), Tamboril (Santa Rita de Cássia), Tanque de Pedras (Santo Antônio), Vereda de Fora (Sagrado Coração de Jesus), Ubiraçaba (Santa Bárbara).

Leia o decreto na integra:

 

DECRETO DE CRIAÇÃO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA E SÃO CRISTÓVÃO

Município de Brumado
Diocese de Caetité- Estado da Bahia

Atendendo ás exigências pastorais e ás necessidades espirituais dos fiéis desta Diocese, depois de ouvir o parecer favorável do Clero secular e religioso e de acordo com o Pároco e Vigário Paroquial da Paróquia Bom Jesus, em Brumado-BA, resolvi criar, como criada fica pelo presente Decreto, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Cristóvão, com sede no Município de Brumado, e território todo desmembrado da atual Paróquia Bom Jesus- Brumado, com as comunidades urbanas: Nossa Sra. Aparecida (Vila presidente Vargas), Nossa Senhora da Conceição (Bairro Esconso), Santa Terezinha do Menino Jesus (Bairro São Jorge), São Cristóvão (Bairro Novo Brumado), São Francisco Xavier (Bairro Rodoviário), São Vicente de Paulo (Bairro Baraúnas), e Comunidades rurais: Agrestinho (N. Sra. Das Graças), Arrecifinho (N. Sra das Graças), Barreiro Branco I (São Francisco de Assis), Baixa da Baraúna (Senhor do Bonfim), Boi Morto (São João), Burro Morto, Campo Seco I (São José), Campo Seco II (N. Sra. de Fátima), Capote (São José), Casado (Sta. Terezinha do Menino Jesus), Espinheiro (Sta. Rita de Cássia), Estoque (N. Sra. Aparecida), Floresta (Santo Antônio), Formosa (Sagrada Família), Junco I (N. Sra de Fátima), Junco II (N. Sra Aparecida), Lajedão, Lagoa da Tapagem (N. Sra Aparecida), Lagoa de João Moura (N. Sra. Aparecida), Lagoa de São João (São João Batista), Lagoa do Caldeirão (N. Sra Aparecida), Lagoa do Caldeirão (N. Sra Aparecida), Lagoa do Facão ( São João), Lagoa do Leite ( N. Sra Aparecida), Lagoa do Mato (São José), Marquinho, Mucambo (Santa Luzia), Pedro do Mocó/Baixão, Queimada Grande (Santo Antônio), Represo (São Sebastião), Rodeador, Samambaia (Bom Jesus), Serra Escura (São Paulo Apóstolo), Tamboril (Santa Rita de Cássia), Tanque de Pedras (Santo Antônio), Vereda de Fora (Sagrado Coração de Jesus), Ubiraçaba (Santa Bárbara).

O território da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Cristóvão será toda desmembrada do Município de Brumado, limitando-se: Paróquia Bom Jesus – Brumado, Paróquia Bom Jesus – Malhada de Pedras, Paróquia N. Sra. do Livramento – Rio do Antônio, Paróquia N. Sra do Carmo – Ibitira e Paróquia Sta. Virgem das Vitórias – Lagoa Real.

Ao mesmo tempo, pelo mesmo decreto, elevo à categoria de Matriz, com todos os direitos e obrigações, honras e privilégios a Igreja de Nossa Senhora Aparecida e São Cristóvão. A referida Paróquia terá como padroeira titular Nossa Senhora Aparecida e Co-padroeiro, São Cristóvão.

Para constar no futuro, seja este decreto, depois de lido e explicado aos fiéis da nova Paróquia e da Paróquia Bom Jesus, seja transcrito no Livro de Tombo de cada uma delas.

Fica estabelecida a data do dia 27 de maio do ano em curso, Solenidade da Santíssima Trindade, para a Solenidade de ereção canônica da referida Paróquia. Dado e passado sob o selo e sinal do meu uso, nesta Sede Diocesana de Sra. Santana de Caetité, aos 17 de janeiro de 2018, segunda semana do tempo comum e primeiro ano do meu episcopado.

Pe. Waldech Brito Gondim/ Chanceler do Bispado
Dom José Roberto Silva Carvalho/ Bispo Diocesano

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com