Notícias

Catequistas de Riacho de Santana participam de Manhã de Espiritualidade

19-11-2017 | Por Pe. Izaías Afonso/Pároco de Riacho de Santana

Catequistas de Riacho de Santana vivem Manhã de Espiritualidade neste domingo. Foto: PASCOM

O cuidado com a Espiritualidade do Catequista se faz prioridade. É a Espiritualidade que mantém acesa a chama do Amor – Encontro com Deus e da Missão do Catequista. Sem espiritualidade o cansaço, o desânimo, o ativismo, tomam conta. Pensando nisto que neste domingo, dia 19 de novembro, no Centro de Treinamento de Líderes (CTL), de Riacho de Santana, a Paróquia Nossa Senhora da Glória realizou uma Manhã de Espiritualidade com os catequistas, e contou com a participação de mais de 40 fiéis, que tiraram uma manhã inteira para dedicar-se exclusivamente à oração e à formação, pois “não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus”, conforme nos recordou o próprio Senhor ao se retirar para o deserto (Mt 4,4; cf. Dt 8,3).

Os catequistas foram chegando por volta das 8h e foram acolhidos com uma dinâmica ministrada pela Coordenação da Catequese. Em seguida, o padre Izaías Afonso Silva, pároco, conduziu um momento de oração, permeado de muita reflexão.
Na sequência tivemos um lanche partilhado, momento de descontração e entrosamento entre os catequistas de diversas comunidades.

Depois, o padre Waldeck Gondim (Caetité) conduziu todo o momento de espiritualidade, partindo do texto Bíblico da Samaritana, falando um pouco sobre o Documento 107 da CNBB – Iniciação à Vida Cristã, orientando como resignificar a nossa catequese hoje. Refletiu sobre o texto “Nosso desejo para Deus”, sendo todos conduzidos para um deserto espiritual, meditando o texto “A entrega de Jesus na entrega do homem”. Finalizando junto ao poço improvisado pela equipe da Coordenação com a leitura e reflexão do texto “O poço”.

Na avaliação, concluímos que espiritualidade é tudo o que ajuda a pessoa ou a comunidade a viver uma vida nova conduzida pelo Espírito de Deus.  Encontros como este reforçam os laços fraternos na comunidade e fortalecem a nossa paróquia.